Comfort e Frize ganham os Grandes Prémios à Eficácia

27.11.06 5 Comentários A+ a-

A 9 de Novembro, a APAN promoveu e reconheceu novamente a excelência na comunicação publicitária e a sua capacidade de atingir os diversos objectivos empresariais.
Foram premiadas 27 campanhas, numa gala em que as marcas Frize (anunciante LeverElida e Agência Ogilvy) e a Comfort (Compal, Brand Connection) foram as grandes vencedoras, recebendo o Grande Prémio na Eficácia Publicitária e na Eficácia em Meios, respectivamente.
Na área da Eficácia Publicitária, onde se avalia o ROI obtido e o efeito acelerador do negócio em questão, venceram também as campanhas da Frize, Olá Kids, Comfort, Galp Pluma, Crédito Habitação BES (como já referimos) e Sociedade Ponto Verde, com os prémios de ouro, nas diversas categorias – Produtos de Grande Consumo Alimentar, de Consumo Não Alimentar, Serviços Financeiros e Seguros e por fim, a categoria dos Restantes Serviços e Administração Pública.
Na área da Eficácia em Meios, receberam o ouro as campanhas do Crédito Habitação BES, do Jumbo e da Frize.
Na Responsabilidade Social destacaram-se a Missão Sorriso (do Modelo Continente e da Agência Media Planning) e o Condutor 100% Cool (da ANEBE e da Agência BB/Grupo Grey Portugal).
Nos Prémios Especiais, a BMW foi a marca que melhor utilizou os seus resultados de investigação e os rebuçados Dr. Bayard receberam um prémio de reconhecimento.
Em termos de Agências, a BBDO foi a mais premiada na publicidade, seguida pela Ogilvy e McCann Erikson, e o Grupo OMD nos meios.


“Os Prémios à Eficácia são os únicos galardões portugueses que se centram em resultados conseguidos graças à acção da comunicação, seja em notoriedade, em recordação, em vendas, ou outro tipo de rentabilidade que responda a um objectivo previamente marcado, e situam a eficácia como autêntico fim da actividade publicitária, o retorno do investimento realizado e o seu efeito acelerador de negócio da empresa anunciante.”

Para mais informações ‘eficazes’:
http://www.premioseficacia.org/

5 comentários

Deixe os seus comentários
Dantas
AUTHOR
29 novembro, 2006 11:28 apagar

Apesar de tudo é bom ter a oportunidade de ver que há preocupação ao monitorizar tudo o que diz respeito à publicidade. Além de uma vertente importante da economia, pode ser uma 'arma' perigosa, se não for mediada.

Responder
avatar
darkwoman
AUTHOR
29 novembro, 2006 11:34 apagar

Parte dessas campanhas são de facto geniais. As que conheço das que aí estão, pelo menos, são muito muito boas :) É bom ver isso reconhecido por quem sabe.

Responder
avatar
Anônimo
AUTHOR
06 dezembro, 2006 12:33 apagar

É impressionante como são dados os prémios de eficácia, eu cá não acredito naquilo. A reparar que por exemplo a Euro RSCG não ganha nada e no entanto tem a Conta do Continente que em vendas é recordista nacional à décadas. Ao menos ganhou com a Missão Sorriso que susbstitui o estado no que respeita a equipamentos para os hospitais com a ajuda dos portugueses. Outro exemplo é a Strat que trabalha a SuperBock à Anos e a marca em sí tem uma enorme notoriedade e é líder em vendas de cervejas. Outro exemplo é também a Coca-Cola, que não comunicando como muitos, anda sempre lá em cima na notoriedade. Se isto não é eficácia, então não sei o que é.

Responder
avatar
Anônimo
AUTHOR
06 dezembro, 2006 12:33 apagar

É impressionante como são dados os prémios de eficácia, eu cá não acredito naquilo. A reparar que por exemplo a Euro RSCG não ganha nada e no entanto tem a Conta do Continente que em vendas é recordista nacional à décadas. Ao menos ganhou com a Missão Sorriso que susbstitui o estado no que respeita a equipamentos para os hospitais com a ajuda dos portugueses. Outro exemplo é a Strat que trabalha a SuperBock à Anos e a marca em sí tem uma enorme notoriedade e é líder em vendas de cervejas. Outro exemplo é também a Coca-Cola, que não comunicando como muitos, anda sempre lá em cima na notoriedade. Se isto não é eficácia, então não sei o que é.

Responder
avatar
docontra
AUTHOR
11 dezembro, 2006 10:14 apagar

Parece-me muito bem, já que somos bombardeados com publicidade, que ao menos se veja qual o retorno que dela...

Responder
avatar